Cirurgia Plástica: antes e depois

February 15, 2018

 

Vamos falar de resultados...

 

É consenso que os pacientes de cirurgia plástica tem um alto grau de expectativa em relação ao resultado da cirurgia.

 

E, de certa forma, isso é muito alimentado pelo marketing usado por profissionais da área, que neste quesito vem prestar um desserviço à especialidade, mostrando apenas um lado da cirurgia plástica e ocultando outros.

 

Para esclarecermos melhor esse ponto devemos lembrar que a cirurgia plástica é um ramo da medicina.

 

Isso equivale a dizer que envolve saúde, doenças e reações orgânicas biológicas, pois estamos falando do corpo humano.

 

Nem todo indivíduo aparentemente saudável apresentará um padrão previsível de comportamento em relação à anestesia, à intervenção cirúrgica e ao processo de cicatrização.

 

A história médica colhida pelo cirurgião e o exame físico realizado pelo mesmo serão complementados por exames laboratoriais e de imagem que, juntos, irão indicar o maior ou menor risco, tanto de uma cirurgia, quanto de uma anestesia.

 

A isso chamamos de risco cirúrgico. Não existe risco zero em nenhum tipo de cirurgia. O mesmo vale para a cirurgia plástica.

 

Posto isso, uma vez estratificado o risco cirúrgico do paciente, alguns caminhos se seguem:

 

Existem pacientes que estarão liberados para a cirurgia. Outros estarão liberados apenas após a correção de algumas condições clínicas que estejam desajustadas. Há ainda uma parcela de pacientes que podem se apresentar impedidos de operar, posto que a compensação de sua condição clínica é de difícil manejo, levando a um risco cirúrgico alto, que só se justifica se o risco de não operar for maior. Estamos falando de outras áreas da cirurgia, que não envolvem o espectro da cirurgia plástica em geral.

 

Ultrapassada essa etapa fundamental do risco cirúrgico, o paciente que segue para a cirurgia plástica depara-se com outra situação: a cicatrização do seu corpo.

 

O processo de cicatrização é um fenômeno biológico não previsível e único para cada organismo.

 

Evidentemente, toda espécie humana cumpre as mesmas etapas no processo de cicatrização, mas algumas nuances e a intensidade dessas etapas variam entre os indivíduos. Isso acaba se expressando no resultado final da cirurgia. 

 

Um resultado final bom em linguagem ilustrativa equivale a dizer que aquela forma alcançada pelo cirurgião plástico ao término da cirurgia será no mínimo mantida ou até melhorada com o passar do tempo, quando o edema regride e ocorre a acomodação dos tecidos.

 

O processo de cicatrização é dinâmico, se inicia no momento do corte com o bisturi, e pode terminar até dois anos após a cirurgia. 

 

No entanto, a maior parte desse processo ocorre nos primeiros dois meses. Por essa época, já é possível vislumbrar como será o resultado final da cirurgia , seja esta uma rinoplastia, uma abdominoplastia ou uma mamoplastia.

 

Mesmo existindo um grau de imprevisibilidade no processo cicatricial de cada indivíduo, existem alguns grupos que seguem determinados padrões de cicatrização que podem nortear o cirurgião plástico.

 

Citando de um modo geral sem aprofundar o assunto, indivíduos da raça negra tendem a esboçar um processo cicatricial mais exuberante, podendo apresentar cicatrizes hipertróficas ou até queloides.

 

Pacientes fumantes, diabéticos não compensados, tendem a apresentar um processo cicatricial mais lento e insuficiente, fazendo com que muitas vezes o fechamento completo da incisão não seja alcançado ou apresente maior propensão de abertura da ferida após a retirada dos pontos.

 

Existem mais exemplos além desses, mas a mensagem principal aqui é que não se deve ter uma expectativa cega em relação à cirurgia plástica.

 

É necessária avaliação médica cuidadosa, planejamento e coparticipação do paciente.

Para que o êxito em qualquer tratamento ou cirurgia seja alcançado é imprescindível que

o paciente siga as recomendações médicas e se coloque de forma consciente e responsável em relação à situação apresentada.

 

Abraço a todos!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como escolher o melhor cirurgião plástico?

March 10, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Plano de Saúde:

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social

© www.themecirurgiaplastica.com.br. CRM: 52-65613-5

Site Desenvolvido por agenciaeplan.com.br. Fotos: Fernando Tribiño

Receba conteúdo exclusivo por e-mail: